Audiência debaterá incentivo à preservação de florestas

Fonte Agência Câmara Notícias 13/05/2013 às 17h

 

Parlamentares vão discutir o sistema Redd+, que prevê incentivos aos países em desenvolvimento que reduzirem desmatamentos e queimadas.

Divulgação/Agência Brasil
Meio Ambiente - Queimada e desmatamento - Queimadas - Incêndio em Brasília
Países em desenvolvimento que evitarem queimadas poderão receber incentivo de nações ricas.

A Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas realiza nesta terça-feira (14) audiência pública para discutir um marco legal para o sistema nacional de redução de emissões de carbono por desmatamento e degradação, o chamado Redd+.

O Redd+ é uma estratégia em discussão na Convenção Quadro de Mudanças Climáticas que oferece incentivos para os países em desenvolvimento que reduzirem os desmatamentos e queimadas e investirem em desenvolvimento sustentável e práticas de baixo carbono para o uso da terra.

O financiamento virá de países desenvolvidos, dentro da lógica de responsabilidades diferenciadas que rege a Convenção do Clima.

Apesar de ainda não fazer parte do atual acordo (Protocolo de Quioto), o Redd+ deverá estar no próximo, previsto para entrar em vigor em 2020. E deve ser o primeiro mecanismo de redução de emissões proposto pelos países em desenvolvimento a integrar a convenção.

Foram convidados para o debate o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Herman Benjamin; a gerente de Mudança do Clima e Florestas da Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Natalie Unterstell; e o consultor Ludovino Lopes, da organização Globe International, além de um representante da Casa Civil da Presidência da República.

A audiência será realizada às 11 horas no Plenário 13 da ala Alexandre Costa do Senado.

 
 
 

 

Agência Câmara Notícias
Fonte Agência Câmara Notícias 13/05/2013 ás 17h

Compartilhe

Audiência debaterá incentivo à preservação de florestas