Astro da seleção de Bernardinho um dia sonhou em defender o Bope

Fonte Francis Melo 19/11/2009 às 0h
Por Francis Melo

Foi por muito pouco que o melhor vôlei do planeta não contou com os ataques fulminantes de Leandro Vissotto. Quando menino, o oposto do Trentino, da Itália, e da Seleção Brasileira sonhava em fazer parte não da elite de Bernardinho, mas, sim, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (o temido Bope), da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

Pela primeira vez, o craque revelou que “tinha vontade de lutar contra o mal. Eu queria ser do Bope”, explicou. Não é à toa que um dos filmes que mais marcaram Vissotto foi Tropa de Elite, do diretor José Padilha. “Assisti ao filme com muito entusiasmo. Algumas vezes, cheguei a me imaginar subindo aqueles morros cariocas para combater o tráfico. Mas acredito que estou bem na Seleção Brasileira. Como diria o Capitão Nascimento: para mim, missão dada é missão cumprida. É dessa forma que encaro as ordens do Bernardinho quando visto a camisa da Seleção”, afirmou.

Nas quatro últimas temporadas – ou seja, desde quando chegou à Itália –, Leandro Vissotto detém o título de maior pontuador da Liga. No total, foram 1.422 pontos, em 85 partidas, o que lhe rende uma excelente média de 4,51 pontos por set disputado. A média é superior à de atletas consagrados no voleibol mundial, como Igor Omrcen (4,48), Alessandro Fei (4,47) e Hristo Zlatanov (4,02).
Francis Melo
Fonte Francis Melo 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Astro da seleção de Bernardinho um dia sonhou em defender o Bope