Assange deve deixar embaixada do Equador em Londres

Fonte ANSA 18/08/2014 às 9h
Ativista concedeu uma coletiva de imprensa

18 Agosto, 09:28•LONDRES•EBA

(ANSA) - O fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, disse nesta segunda-feira (18) que deixará "em breve" a embaixada do Equador em Londres, onde está asilado há mais de dois anos.

O ativista anunciou a sua decisão em uma conferência de imprensa realizada hoje, afirmando que o motivo não seria por problemas de saúde, como teria noticiado a imprensa britânica.

A embaixada do Equador teria pedido para que o ativista seja internado por problemas cardíacos, utilizando um carro diplomático como ambulância, de forma a evitar a prisão, informou o jornal britânico "Daily Mail".

Em frente a embaixada na capital britânica, estão presentes muitos agentes da polícia aguardando a saída de Assange além de ativistas e jornalistas.

Assange está asilado na embaixada do Equador em Londres desde 19 de julho de 2012, acusado de abusos sexuais.(ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 18/08/2014 ás 9h

Compartilhe

Assange deve deixar embaixada do Equador em Londres