"Arapucas Semânticas", de Wagner Barja

Fonte Ascom - Funarte 26/05/2012 às 22h

Experimento com registros em vídeo de intervenções, premiado no Rede Nacional de Artes Visuais da Funarte, chega ao Parque Lage (RJ).

O artista plástico Wagner Barja apresenta no dia 4 de junho, às 19h, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, o experimento Arapaucas Semânticas, selecionado pela 8ª Edição do Programa Rede Nacional de Artes Visuais da Fundação Nacional de Artes/MinC.

O trabalho, proposto especificamente para a EAV, integra o Programa de Aprofundamento da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, coordenado por Anna Bella Geiger e Fernando Cocchiarale. Paralelamente, será apresentada uma mostra de registros em vídeos das intervenções, que Wagner Barja realizou ao longo de oito anos.

Em Arapaucas Semânticas, o artista trabalha com imagens do que chama de bio/intervenções, nas quais se utiliza de animais e frutos para transmitir com palavras chave, numa linguagem visual, as ideias e os conceitos, que têm como objeto demonstrar possíveis relações semânticas, entre os animais e os homens, entre cultura e natureza.

No experimento, Barja recorreu a uma das suas obras produzidas nos anos 1980, quando vivia e trabalhava no Rio de Janeiro. As instalações Do AKD mico ao POLE mico fizeram parte da exposição homônima, realizada pelo artista na Universidade Cândido Mendes, em 1986, onde um mico permanecia na galeria e comia as bananas, que formavam as letras dos prefixos AKD e POLE.

Agora com Arapaucas Semânticas, o artista utiliza o método na palavra “endemia”, que segundo Barja ataca os símios nas imediações das matas do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Ele introduz a palavra/imagem “ENDE mico” ao seu repertório e alerta que isso pode virar também ”EPIDÊ mico”, ou até “PANDE mico”, caso as questões ambientais não se resolvam com mais urgência, no Brasil. A metáfora do poeta visual busca traduzir a preocupação contemporânea com o meio ambiente, demonstrando que Wagner Barja é um artista sintonizado com o seu tempo.

Serviço:
Armadilhas Semânticas
Os AKD micos, os POLE micos e os ENDE micos
Por Wagner Barja

Dia 4 de junho, às 19h

Local: EAV – Escola de Artes Visuais do Parque Lage
Rua Jardim Botânico , 414 – Jardim Botânico – Rio de Janeiro (RJ)
(21) 3257-1800

Projeto selecionado no Programa Rede Nacional de Artes Visuais /Funarte/MinC

Ascom - Funarte
Fonte Ascom - Funarte 26/05/2012 ás 22h

Compartilhe

"Arapucas Semânticas", de Wagner Barja