Aprovado plano estratégico de segurança e defesa para a Copa

Fonte Ministério da Defesa/Ascom – Ministério do Esporte 05/03/2013 às 17h

O planejamento estratégico de Segurança Pública e Defesa para a Copa do Mundo da FIFA 2014 foi aprovado na segunda-feira (04.03), durante reunião na sede do Comando Militar do Leste (CML), no Rio de Janeiro. O documento apresenta as regras que nortearão as competições esportivas, como, por exemplo, defesa cibernética e combate ao terrorismo para a Copa das Confederações FIFA 2013 e a Copa de 2014.

A partir de agora, os grandes eventos passam a contar com diretrizes específicas que têm como foco principal a integração entre os diversos ministérios e setores dos governos federal, estaduais e municipais. O plano foi assinado pelos ministros da Defesa, Celso Amorim, da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o secretário-executivo do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, general Roberto Sebastião Peternelli Junior.

O secretário executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, abriu a reunião expondo o calendário de ações patrocinadas pelo governo federal para assegurar a infraestrutura das copas.

Em seguida, o diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Wilson Tezza, fez uma exposição sobre o serviço de inteligência. De acordo com ele, os setores de segurança envolvidos nos eventos devem produzir informações de 200 mil nomes de pessoas que estarão participando direta ou indiretamente das competições. Tezza explicou ainda que a Abin contará com reforço de 180 novos servidores dentro dos próximos meses.

O comandante da Brigada de Operações Especiais (BOE), general Marco Antonio Freire Gomes, fez um relato sobre o planejamento de contraterrorismo e antiterrorismo. De acordo com o general, o setor será responsável pelo monitoramento e por ações contra terroristas que por ventura venham a ocorrer no âmbito das competições.

Avaliação
Com o objetivo de avaliar o trabalho do governo para as competições esportivas promovidas pela FIFA, o Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) trouxe para o Rio de Janeiro os oficiais que estão encarregados pelas Coordenações de Defesa de Área (CDAs) das 12 cidades-sede das competições. A reunião prossegue nesta terça (05.03) com a discussão do planejamento operacional dos seis CDAs de Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE) e Recife (PE).

Os militares tratarão ainda das medidas de apoio da Marinha, do Exército e da Força Aérea aos CDAs. A reunião será concluída pelo chefe do EMCFA, general José Carlos De Nardi.

Ministério da Defesa/Ascom – Ministério do Esporte
Fonte Ministério da Defesa/Ascom – Ministério do Esporte 05/03/2013 ás 17h

Compartilhe

Aprovado plano estratégico de segurança e defesa para a Copa