Aprovação de Piñera é ofuscada por volta de Bachelet

Fonte Ansa flash 05/04/2013 às 21h

Apesar do governo apresentar bons indicadores econômicos, de emprego e uma redução na criminalidade, as marcas foram ofuscadas pela volta da ex-presidente

SANTIAGO DO CHILE, 5 ABR (ANSA) - A aprovação do presidente do Chile, Sebastián Piñera, se manteve em 38 pontos -- seu melhor resultado desde maio de 2011 --, enquanto seu índice de desaprovação cresceu três pontos percentuais, registrando 54%. Bons índices alcançados pelo governo neste mês teriam sido ofuscado pela volta ao país da ex-presidente Michelle Bachelet (2006-2010).

O diretor da empresa Adimark, responsável pela pesquisa, e assessor do governo, Roberto Méndez, disse que "março foi um mês confuso". De acordo com ele, apesar do governo apresentar bons indicadores econômicos, de emprego e uma redução na criminalidade nas últimas semanas, as marcas foram ofuscadas pela "volta da ex-presidente Michelle Bachelet" e o início de sua campanha presidencial.

A ex-presidente chilena manteve uma alta popularidade apesar de sua ausência do país por três anos -- época que dirigiu a ONU-Mulheres. Atualmente, mais de 50% da população do Chile acredita que ela vai assumir o governo novamente.

A pesquisa foi feita por telefone e consultou 1.400 chilenos.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 05/04/2013 ás 21h

Compartilhe

Aprovação de Piñera é ofuscada por volta de Bachelet