Após terremoto na China, Brasil lamenta mortes e transmite solidariedade

Fonte Agência Brasil* 20/04/2013 às 19h

Brasília - O governo brasileiro transmitiu condolências e solidariedade aos familiares, ao povo e ao governo da China, onde ocorreu terremoto de 6,6 graus na escala Richter. O terremoto abalou hoje (20) a província de Sichuan e levou à morte, pelo menos, 100 pessoas.

De acordo com nota do Ministério das Relações Exteriores, o governo brasileiro tomou conhecimento “com grande pesar das mortes e perdas materiais provocadas pelo terremoto”. “O Brasil transmite suas condolências e solidariedade aos familiares das vítimas, ao povo e ao Governo da República Popular da China”, diz o texto.

Segundo a BBC Brasil, as equipes de resgate estão tendo dificuldade para chegar às áreas mais afetadas devido à destruição das estradas, aos tremores secundários e deslizamentos de terra.

Cerca de 6 mil soldados e policiais foram enviados para região para ajudar nas operações de resgate no epicentro do terremoto, a cerca de 115 quilômetros a oeste da capital da província, Chengdu.

Especialistas afirmaram que o tremor ocorreu a apenas 12 quilômetros abaixo da superfície da terra, uma profundidade pequena que geralmente indica grandes danos.

Em 2008, um grande terremoto atingiu Sichuan e causou pelo menos 90 mil mortes e deixou 5 milhões de pessoas desabrigadas.

* Com informações da BBC Brasil

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 20/04/2013 ás 19h

Compartilhe

Após terremoto na China, Brasil lamenta mortes e transmite solidariedade