Após prisão, ex-sindicalista mexicana sofre de problemas de saúde

Fonte Ansa flash 03/03/2013 às 18h

Elba Esther Gordillo liderou por anos o sindicato mexicano dos professores da educação básica

CIDADE DO MÉXICO, 1 MAR (ANSA) - A ex-líder do sindicato mexicano dos professores da educação básica Elba Esther Gordillo, presa na última terça-feira por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, foi hospitalizada hoje devido a um problema de pressão arterial e sintomas depressivos.

De forma discreta, mas com fortes medidas de segurança, Gordillo foi transferida de ambulância da prisão de Santa Martha Acatitla até uma clínica em um complexo presidiário para mulheres em Xochimilco, no sul da Cidade do México, onde foi submetida a tratamento para se estabilizar.

O médico pessoal da ex-sindicalista, Francisco Calliser, afirmou que a saúde da mulher, que tem 68 anos, é "frágil" e que ela sofre de dez doenças, como a hepatite C e hipertensão, além de ter somente um rim.

Ex-senadora, ex-deputada e ex-secretária-geral do Partido Revolucionário Institucional (PRI), Gordillo foi acusada de desviar cerca de US$ 150 milhões das contas do sindicato para pagar cartões de crédito, aluguel de aeronaves particulares, cirurgias plásticas e depósitos em duas contas no exterior, uma na Suíça e outra no Principado do Liechtenstein.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 03/03/2013 ás 18h

Compartilhe

Após prisão, ex-sindicalista mexicana sofre de problemas de saúde