Anvisa suspende lote de anabolizante falsificado

Fonte Imprensa / Anvisa 16/05/2013 às 9h

 

A Anvisa determinou, nesta quarta-feira (15/5), a suspensão da distribuição, comércio e uso, em todo país, de dois lotes do anabolizante Hormotrop (somatropina), pó para suspensão injetável, por se tratar de objeto de falsificação. Segundo o Laboratório Químico Farmacêutico Bergamo, fabricante do medicamento original, os produtos com descrição de lote no cartucho CE00971 e descrição de lote no frasco CE00888 nunca foram comercializados pela empresa.

A Agência também suspendeu a distribuição, comércio e uso do lote 95231 do Dispositivo Intravenoso 23G Med Vein, fabricado pela empresa Med Goldman. O lote apresentou resultado insatisfatório para o ensaio de aspecto (presença de corpo estranho no interior do invólucro). A empresa deve recolher o lote do mercado.

Já os produtos Glifage XR 500mg, Glucovance 250mg/1,25mg, Glucovance 500mg/2,5mg, Glucovance 500mg/5mg e Glucovance 1000mg/5mg, fabricados pela Merck Santé, tiveram sua importação suspensa. Durante inspeção na empresa, localizada na França, a Anvisa verificou o não cumprimento das exigências regulamentares no que se refere às Boas Práticas de Fabricação.

Insumos

A Anvisa suspendeu ainda a importação e uso dos insumos ativos Lamivudina e Aciclovir pela empresa Blau Farmacêutica S.A. A empresa não possui registro dos insumos na Anvisa.

Outra empresa com irregularidades na importação de insumos é a Gênix Indústria Farmacêutica. A Anvisa comprovou que ela importou 250 Kg de Cloridrato de Clindamicina da empresa Zhejiang Hisoar Pharmaceutical, sem possuir registro na Agência. O determinação da Anvisa suspende a importação, a distribuição, o comércio e o uso do insumo.

As pessoas que já tiverem adquirido algum dos produtos suspensos ou apreendidos devem interromper o uso imediatamente. Confira as publicações no Diário Oficial da União.

 

 

Imprensa / Anvisa
Fonte Imprensa / Anvisa 16/05/2013 ás 9h

Compartilhe

Anvisa suspende lote de anabolizante falsificado