Anvisa autoriza desenvolvimento de medicamento biológico nacional

Fonte Imprensa Anvisa 04/03/2013 às 14h

 

O governo espera que a versão nacional do medicamento custe, em cinco anos, 50% menos que o importado

 

Pela primeira vez, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o desenvolvimento de um medicamento biológico em território brasileiro, informa o Ministério da Saúde. O Etanercepte, cujo nome comercial é Reumatocept, crado para tratar a artrite reumatoide e outras doenças crônicas que das articulações, será desenvolvido por uma BioNovis (que congrega Hypermarcas, Aché, União Química e EMS) em parceria com os laboratórios públicos Instituto Vital Brasil e Biomanguinhos/Fiocruz. A parceria foi articulada pelo ministério em 2012.


O governo espera que a versão nacional do medicamento esteja custando, em cinco anos, 50% menos que o importado, gerando economia de R$ 726 milhões ao Ministério da Saúde no período. A previsão é que o medicamento esteja pronto para comercialização em 2016.

 

O Etanercept importado é fornecido no Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2006, nas apresentações de 25 mg e de 50 mg, a 16.431 pacientes. Só em 2012, o Ministério da Saúde gastou R$ 364 milhões para suprir a demanda. Com o registro da Anvisa, os laboratórios têm autorização para construir no Brasil uma fábrica para começar os ensaios clínicos. Para a comercialização do produto, a Anvisa deve conceder um segundo registro.

Imprensa Anvisa
Fonte Imprensa Anvisa 04/03/2013 ás 14h

Compartilhe

Anvisa autoriza desenvolvimento de medicamento biológico nacional