Ana Cláudia faz bom tempo nos 100 m em Campinas mas ainda luta para ir ao Mundial

Fonte Contrapé de Jornalismo 27/04/2013 às 21h

São Paulo - A velocista Ana Cláudia Lemos Silva, do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, correu os 100 m em 11s06, tempo bem abaixo do índice para o Mundial (11s17). Mas a marca, que também seria seu novo recorde sul-americano na prova, não valeu porque o vento estava acima do permitido (2.3 m/s). A atleta do Clube BM&FBOVESPA mostrou que poderá garantir vaga na seleção brasileira que vai ao Mundial de Moscou, de 10 a 18 de agosto, na 1ª etapa do Circuito Nelson Prudêncio, neste sábado (27/4), no Centro Esportivo de Alto Rendimento, em Campinas (SP). Além da boa performance a temporada ainda está no começo e a velocista terá várias competições pela frente para ainda tentar o índice.

"Foi uma pena, mas esse índice vai sair. É só a minha terceira competição na temporada e tenho muitas ainda pela frente", disse Ana Cláudia, que já vai disputar o Torneio FPA adulto no próximo dia 4, também em Campinas. Na mesma pista, mas pelo Campeonato FPA aulto, Ana Cláudia correu e venceu os 200 m com 23s31 (o índice para a prova é de 22s78), na tarde deste sábado. Na velocidade, Aílson Feitosa, também do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA venceu os 100 m (10s65) e ficou com bronze nos 200 m (21s01), também no Campeonato FPA.

Keila Costa também conquistou o ouro no salto triplo no Torneio Nelson Prudêncio e ficou a apenas 1 centímetro da marca para Moscou, de 14,20 m. "Vinha numa boa sequência de saltos. Fiz 14,09 m, 14,17 m, 14,19 m... Se fosse uma competição normal, com seis saltos, acho que teria conseguido", disse a atleta, explicando que, em Campinas, cada saltador teve direito a quatro tentativas. "Mas foi minha primeira competição no salto triplo. Estou no caminho certo, tranquila", prosseguiu. Tânia Ferreira da Silva, companheira de Keila no Clube BM&FBOVESPA, levou bronze no salto triplo pelo Nelson Prudêncio (13,03 m) e no salto em distância (5,94 m), pelo Campeonato FPA.
No salto em distância, Mauro Vinícius da Silva, o Duda, ficou com a medalha de prata, com 7,80 m, no Torneio Nelson Prudêncio. "Não estava me sentindo bem, não conseguia correr", lamentou Duda. "Pelo que treinei, era para ter saltado bem", disse o atleta, que só completou um dos quatro saltos a que tinha direito. "O Duda está em ótima forma, treinando muito bem, mas não conseguiu demonstrar isso aqui", disse o técnico Aristides Junqueira, também do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, que orienta o atleta em São José do Rio Preto.O vencedor foi Gor Ner Kararyan, da Federação da Armênia, com 7,97 m.

Medalhas

Pelo torneio Nelson Prudêncio, Jonathan Henrique da Silva foi ouro nos 400 m (46s10), com bronze para Wagner Francisco Cardoso (46s47). No disco feminino, prata para Fernanda Raquel Borges (55,30 m).

No salto em altura, Valdiléia Martins (1,79 m) e Aline Santos (1,76 m), levaram ouro e prata no Campeonato FPA. Na mesma competição, Jucilene Sales de Lima ficou com a medalha de ouro no dardo (58,67 m). Liliane Barbosa Fernandes venceu os 400 m com barreiras (59s43) e levou prata nos 400 m rasos (53s52), prova ganha pela companheira de Clube Joelma das Neves Souza (52s82). Dois bronzes em provas de pista para Thiago de Jesus Sales nos 400 m com barreiras (52s09) e Fernando Lina da Silva nos 800 m (1min49s67).

O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA completou dez anos em 2012, com a inauguração de seu Centro de Treinamento e a consolidação da Categoria de Base. O Clube integra o Instituto BM&FBOVESPA e tem parceria com Pão de Açúcar, CAIXA, Prefeitura de São Caetano e Nike.

Mais informações: www.clubedeatletismo.com.br e www.clubedeatletismo.org.br

Contrapé de Jornalismo
Fonte Contrapé de Jornalismo 27/04/2013 ás 21h

Compartilhe

Ana Cláudia faz bom tempo nos 100 m em Campinas mas ainda luta para ir ao Mundial