Amorim profere aula inaugural de curso de Política e Estratégia da ESG

Fonte Ascom - Ministério da Defesa 18/08/2014 às 21h

Amorim profere aula inaugural de curso de Política e Estratégia da ESG

Brasília, 18/08/2014 – O ministro da Defesa, Celso Amorim, proferiu a aula inaugural do Curso Superior de Política e Estratégia (CSUPE) da Escola Superior de Guerra (ESG), na tarde desta segunda-feira (18). No auditório do Ministério da Defesa, em Brasília (DF), o titular do órgão abordou temas de política externa e cooperação internacional.

De acordo com o ministro, a Lei de Acesso à Informação (LAI), que entrou em vigor em 2012, ampliou a transparência com a sociedade civil. “Defesa e democracia podem e devem formar um círculo virtuoso”, completou.

Amorim ressaltou que é preciso desenvolver a indústria de defesa para que o país tenha autonomia tecnológica. Sobre esse assunto, citou o fomento que o Estado vem dando ao setor, por meio da Lei 12.598. A norma prevê desoneração das empresas estratégicas de defesa e outros benefícios, como participação em licitações exclusivas. “A Base Industrial de Defesa está se tornando realidade”, afirmou.

Parcerias

Acerca da cooperação com outras nações, destacou o desenvolvimento do míssil Ar-Ar A-Darter em conjunto com a África do Sul, o projeto do cargueiro em parceria com a Argentina e a transferência de tecnologia advinda de países desenvolvidos como Suécia e França.

No que diz respeito à relação com os vizinhos da América do Sul, o ministro explicou que a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) deu para o entorno um “espaço internacional para diálogo”.

Não deixou de mencionar, ainda, a atuação do Brasil em operações no exterior, como nas missões de paz no Haiti e no Líbano. Além disso, elogiou o trabalho do general Santos Cruz, do Exército Brasileiro, à frente da “maior e mais robusta” ação da Organização das Nações Unidas (ONU): a Monusco, no Congo.

Defesa da nação

Celso Amorim enfatizou a necessidade de estar pronto para defender a nação de ameaças externas. “Devemos estar preparados para proteger nosso patrimônio natural, industrial e tecnológico”, disse.

E falou que um dos pilares da Estratégia Nacional de Defesa é o setor cibernético. Ele defendeu “a criação de mecanismos que atendam a demanda estatal de softwares e produtos relacionados à área”.

O ministro encerrou a aula inaugural elencando os principais projetos coordenados e de responsabilidade do ministério. São eles: apoio à Defesa Civil, competições esportivas com atletas militares, seguranças de grandes eventos como a Copa do Mundo 2014 e operações Ágata de combate a ilícitos transfronteiriços, ademais de estar presente com iniciativas nos setores econômico e científico do governo.

O Curso

O Curso Superior de Política e Estratégia tem duração de dez semanas e é destinado a integrantes da Alta Administração Federal. Ao longo dos estudos, serão abordadas disciplinas sobre estrutura, recursos e indústria de defesa, por exemplo. Ao todo, participam desta 4ª edição, 52 estagiários – como são chamados os alunos.

De acordo com o comandante da ESG, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, o objetivo da capacitação é “o comprometimento com a mentalidade de defesa”. O curso está previsto para encerrar em 30 de outubro, com cerimônia de entrega de diplomas.

Na abertura desta segunda-feira, além do ministro Amorim, estiveram presentes os comandantes do Exército, general Enzo Martins Peri, e da Marinha, almirante Julio Soares de Moura Neto. O chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, brigadeiro Ricardo Machado Vieira, representou o comandante da Força Aérea.

Foto: Tereza Sobreira

Ascom -  Ministério da Defesa
Fonte Ascom - Ministério da Defesa 18/08/2014 ás 21h

Compartilhe

Amorim profere aula inaugural de curso de Política e Estratégia da ESG