"Amazônia Eterna" estreia no Rio dia 21

Fonte Agência Febre 18/08/2014 às 11h

 

 

LONGA PREMIADO É UMA PRODUÇÃO DA GIROS EM PARCERIA COM A AGÊNCIA TUDO E SERÁ DISTRIBUÍDO PELA ELO COMPANY

Após o lançamento oficial na Première Brasil, no Festival do Rio, em 2012, o documentário “Amazônia Eterna”, de Belisario Franca, estreia no Rio no próximo dia 21, com exibição no Estação Botafogo. O documentário já circulou por 14 Festivais de cinema no mundo, foi visto por 30 milhões de europeus durante sua exibição no canal francês Arte +7  e recebeu o prêmio de “Melhor Documentário de 2013” pelo Festival BRAFFTV Canadá.

A Floresta Amazônica se estende por cerca de cinco milhões de quilômetros quadrados, abriga uma infinidade de espécies vegetais e animais e seus rios representam cerca de 20% das reservas de água doce do planeta. Sua biodiversidade é fonte de riqueza e garantia de sobrevivência para a humanidade.

O filme expõe grandes equívocos e aponta possíveis caminhos para que a humanidade passe a enxergar a maior floresta tropical do mundo em suas várias camadas: social, política e econômica. “Porque sim, nós podemos traduzir o valor da floresta em cifras, mas não sem ignorar sua manutenção e equilíbrio. A floresta deve ser sustentável enquanto ecossistema e, principalmente, enquanto negócio”, explica Belisario Franca. No filme, esta equação desafiadora é discutida por empresários, políticos, ambientalistas, economistas e populações indígenas e ribeirinhas – estes últimos os guardiões de modelos milenares de exploração da floresta sem impactos ambientais, herdeiros da generosidade da natureza, mas excluídos das estatísticas e políticas públicas básicas.

“Amazônia Eterna” investiga iniciativas sustentáveis em agricultura, pesca, recursos hídricos, energia, turismo, educação, ciência, clima, logística e manejo de recursos. E traz à tona a polêmica que envolve assuntos como desmatamento, presença industrial na região, direitos das populações indígenas, valor dos serviços ambientais e danos da pecuária extensiva. Atividades como agricultura, pesca, pecuária e extrativismo são desvendadas sob o respaldo de especialistas, entre eles o economista Sérgio Besserman, a ambientalista Bertha Becker, e o ecologista Virgilio Viana, além do depoimento de amazônidas.

Em 2013, o documentário fez carreira nos principais festivais internacionais e saiu vencedor da categoria “Melhor Documentário do Ano” no BRAFFTv. “A Giros busca sempre desenvolver projetos que vão além do entretenimento puro, que tenham também uma causa e uma relevância para a sociedade. Mas somos capazes de explorar a floresta e, ao mesmo tempo, mantê-la viva? Em busca de respostas para esta equação desafiadora, ‘Amazônia Eterna’ discute grandes equívocos e novas perspectivas enquanto mergulha numa viagem sensorial pelo cotidiano dos verdadeiros herdeiros deste legado, em geral excluídos da divisão dos lucros: os povos da floresta”, completa o diretor.

O documentário conta com o Patrocínio exclusivo da Vale, através da Lei do Audiovisual.

Link para download do trailer oficial e fotos: http://www.agenciafebre.com.br/amaz%C3%B4nia-eterna

Equipe e filmagens

“Amazônia Eterna” foi filmado em 11 semanas, divididas em três etapas de produção, no ano de 2011. A equipe foi formada por mais de 60 pessoas, entre pesquisadores, produtores, roteiristas, cinegrafistas, assistentes, entre outros.

O roteiro de Bianca Lenti, Yan Motta e Belisario Franca contou com o intenso processo de pesquisa realizado por Paula Gago e Francisco Frondizi. A direção de fotografia é de Gustavo Hadba-ABC e de Lula Cerri, a produção de Maria Carneiro da Cunha e a produção executiva de Mariana Vianna.

Entre os cinco estados que serviram de locação para o documentário – Amazônia, Pará, Mato Grosso, Amapá e Rio de Janeiro – mais de 15 cidades foram filmadas. Os desafios de filmar na maior floresta tropical do mundo se fizeram presentes. Como a equipe já conhecia o local e foram feitas viagens de pré-produção, contratempos como a dificuldade de deslocamento, acomodações precárias e convivência com animais foram superadas.

Os 450 kg de equipamento utilizados para rodar o documentário foram dignos de um longa-metragem de ficção: três câmeras, incluindo uma subaquática, equipamentos de iluminação, maquinária e captação de som, acessórios para escalada, barracas, redes, cobertores e uma diversidade de itens complementares.

A trilha sonora original fica por conta do israelense Armand Amar, que foi criada de forma também orgânica ao filme, especialmente para ele. Armand já ganhou diversos prêmios em sua carreira, inclusive com a trilha de “Home – Nosso Planeta, Nossa Casa”, de Yann Arthus-Bertrand, pela The International Film Music Critics Association.

Os especialistas

José Ribamar Bessa - Doutor e Professor em Letras, Coordenador do Programa de Estudos das Línguas Indígenas da UERJ; especialista em etnolinguística;

Sergio Besserman Vianna – Doutor em Economista, ambientalista, presidente da Câmara Técnica de Desenvolvimento Sustável da Prefeitura do RJ e Professor de Economia da PUC-RJ;

Carlos Eduardo Young - Doutor em Economia pela Universidade de Londres e professor do Instituto de Economia da UFRJ;

Paulo Moutinho - Doutor em Ecologia e Diretor Executivo do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM);

Fabio Leite - Coordenador da Unidade de Gestão de Programas do Fundo Brasileiro para Biodiversidade (FUNBIO);

Bertha Becker - Doutora em Geografia e professora emérita da UFRJ. Coordena diversos projetos de pesquisa e participa da elaboração de políticas públicas nos Ministérios de Ciência e Tecnologia, da Integração Nacional e do Meio Ambiente; (falecida em 2013)

Virgílio Vianna – Ecologista e superintendente geral da Fundação Amazonas Sustentável;

José Aldemir de Oliveira – Geógrafo e reitor da Universidade de Estado do Amazonas, autor da tese Cidade na Selva.

Festivais que “Amazônia Eterna” participou

O filme foi exibido pela primeira vez em junho de 2012, no Good Planet Film Festival, evento oficial da Rio + 20. O longa também participou da mostra Première Brasil, do Festival do Rio 2012, e em seguida partiu para festivais internacionais,  como o FIPA 2013, FIFE 2013, Documentary Feature 2013, Denver Film Festival 2013 e o BRAFFTv 2013. Além disso, o documentário foi exibido no prime time do ARTE +7, um dos mais conceituados canais de TV do mundo, com alcance de público estimado em 30 milhões de europeus. “Nossa expectativa e desejo é que o filme ajude a elevar o documentário brasileiro para um patamar de realização artística e de produção mais consistente”, acredita Belisario.

Sobre a Giros

Fundada por Belisario Franca há 17 anos, a Giros se propõe a descobrir e revelar ao público histórias únicas de forma instigante e visualmente impactante. Universos, personagens, narrativas e temas ricos, sejam eles reais ou ficcionais, são a matéria prima de um acervo focado na relevância, no entretenimento, na disseminação de conhecimento e na discussão de questões da atualidade. Com esse foco a Giros conquistou públicos do Brasil e do mundo.

Produções da Giros foram premiadas em algumas das mais importantes competições do setor, como a série “Música do Brasil” (vencedora do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro em 2001 na categoria “Melhor Produção Cultural para Televisão” e Medalha de Prata no New York Film Festival e com uma indicação ao Emmy International em 2000; “Além Mar” foi premiado pela International Documentary Association de Los Angeles na categoria “Melhor Documentário”. “7 X Bossa Nova” ganhou medalha de prata no New York Film Festival e “Estratégia Xavante” recebeu o título de “Melhor Criação de Arte e Mídia” concedido pelas Nações Unidas, em Nova York. Além do filme “Amazônia Eterna”, que fez sucesso nos festivais que passou, como o GoodPlanetFilmFestival e Festival do Rio.

Canais de televisão como Futura, TV Globo, GNT, History Channel, TV Brasil, Multishow, MTV, Animal Planet, Discovery Networks, Disney Channel e People&Arts são alguns dos mais de 23 canais, nacionais e internacionais, que exibiram as séries e documentários produzidos pela Giros.

Sobre a Agência TUDO

Com nove anos de atuação e muita história para contar, a Agência TUDO faz parte do Grupo ABC, o maior grupo brasileiro de comunicação e um dos 20 maiores do mundo. Sob o comando de Maurício Magalhães, a TUDO é a Melhor Agência de São Paulo pelo Ampro Globes Awards 2013 e bicampeã como “A Melhor Agência do Ano” na mesma premiação em 2011/2012. Foi ainda eleita a Empresa de Marketing Promocional do Ano pelo Prêmio Colunistas/SP 2012 e recebeu o Caboré em 2011 na categoria Agência de Serviço Especializado.

É uma das agências que mais entende dos diversos “Brasis” dentro de um imenso Brasil, com trabalhos realizados em mais de 120 cidades de 18 estados do país. Possui grande experiência no planejamento e na produção de eventos, ativações e promoções com uma linguagem inovadora e criativa. Com a mesma criatividade também desenvolve trabalhos nas áreas de publicidade, conteúdo e digital.

Fazemos COMUNICAÇÃO. Pensamos na experiência completa da marca, na relação com os consumidores em todos os momentos de contato: antes, durante e depois. Afinal, comunicação é feita de gente para gente.

Sobre a Elo Company

A Elo Company oferece serviço completo de distribuição audiovisual  incluindo lançamentos em salas de cinema e licenciamento para TV, VOD e outras mídias no Brasil e exterior. O seu catálogo inclui títulos de todos os gêneros e formatos, de mais de 100 produtores independentes e canais de televisão (TV Cultura, SBT e Canal Futura). Devido ao seu profissionalismo e forte relacionamento com o mercado, a ELO COMPANY representa o audiovisual brasileiro em grandes eventos nacionais e internacionais (Cannes Film Festival, Banff, Haifa Film Festival). A Elo Company está sempre à procura novos projetos de grande valor comercial, investindo no seu desenvolvimento, financiamento e pré-venda com foco principal em obras brasileiras de qualidade e coproduções internacionais.

Site: http://www.amazoniaeterna.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/amazoniaeterna?fref=ts

Agência Febre
Fonte Agência Febre 18/08/2014 ás 11h

Compartilhe

"Amazônia Eterna" estreia no Rio dia 21