Alunos do Parque Aquático Julio de Lamare ainda não sabem para onde irão

Fonte Agência Brasil 22/04/2013 às 21h

 

Rio de Janeiro - Cerca de 50 alunos que participam de projetos sociais no Parque Aquático Julio de Lamare, que integra o Complexo Esportivo do Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, na zona norte do Rio, não receberam qualquer informação sobre o que terão de fazer para continuar com as suas atividades.

Hoje (22), eles estiveram na sede do America, na Tijuca, a fim de se reunir com representantes da Secretaria Estadual de Esporte e Lazer (Seel), mas ninguém do órgão apareceu. No Julio de Lamare, que deverá ser demolido, os alunos participavam de aulas de natação, hidroginástica e de ginástica para idosos e pessoas com deficiência física.

Os usuários do Julio Delamare alegaram que foram convidados pela secretaria para uma reunião que definiria o dia e local de retomada das aulas. Apenas uma professora esteve no America recolhendo o nome e o telefone dos alunos.

O aposentado Fernando Jóia, de 73 anos, que há 20 anos participa das aulas de natação no parque aquático reclamou da falta de informação sobre o futuro dos alunos. "Isso é um tremendo de um descaso. Nos convocaram para vir aqui e até agora não recebemos absolutamente nehuma informação. Mostra a total falta de consideração desse governo para com o idoso. Só querem saber de Copa do Mundo", disse.

Para a aposentada Wânia Teixeira, de 67 anos, que fazia aulas de hidroginástica, a demora na definição de um novo local para as aulas prejudica a saúde dos alunos. "Pessoas aqui precisam fazer aulas todos os dias, elas vão ser prejudicadas e podem ter sua saúde comprometida. E não aparece ninguém aqui para nos dar alguma satisfação", declarou.

A Seel informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não estava marcada para hoje nenhuma reunião no América, e sim o início do recadastramento dos alunos que, na parte da manhã, chegou a ser feito por dois professores do projeto social. De acordo com o órgão, o recomeço das aulas está previsto para o dia 2 de Maio. Os alunos devem ser distribuídos em diversos locais, entre eles os clubes América e Vasco da Gama, ambos na zona norte.

O Paque Aquático Julio de Lamare foi desocupado no início do mês e deverá ser demolido conforme previsão das obras de reforma do entorno do Maracanã.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 22/04/2013 ás 21h

Compartilhe

Alunos do Parque Aquático Julio de Lamare ainda não sabem para onde irão