Alunos do CIL recebem troféus do Vídeo Legal e ganham viagem

Fonte Agência Brasília 06/08/2014 às 20h

Alunos do CIL recebem troféus do Vídeo Legal e ganham viagem

Minicineastas participaram de concurso que teve como tema o combate à pirataria

BRASÍLIA (6/8/14) – Uma breve aventura pelo mundo do cinema rendeu troféus para um grupo de estudantes do Centro Interescolar de Línguas (CIL) de Brasília. Eles e mais 11 equipes participaram do concurso Vídeo Legal, criado pela Câmara Americana de Comércio (Amcham), cujo objetivo é disseminar a cultura do combate à pirataria. Na cerimônia, realizada nesta quarta-feira (6) no Cine Brasília, foram projetados os trabalhos dos cinco finalistas.



Com o título "Cuidado, óculos pirata", os minicineastas abordaram na película os malefícios para a saúde do uso de produtos falsificados. "Quando resolvemos fazer o vídeo, sabíamos que os outros iriam falar mais de CDs e DVDs. Foi daí que tivemos a ideia de escolher esse tema. Foi uma surpresa a gente ganhar. Não esperávamos", afirmou empolgada Ana Paula Rosa Sebastião Almeida, de 16 anos, líder do grupo.



Participaram dessa última edição 400 alunos e professores dos oito CILs. Os três primeiros colocados receberam troféus e medalhas. O primeiro lugar ganhou uma viajem a São Paulo para conhecer as empresas apoiadoras do projeto, além de participar de eventos culturais. As edições anteriores do concurso ocorreram em São Paulo e em Curitiba. Em 2015, a proposta se estenderá para mais escolas públicas do DF.



O evento contou com a presença da embaixadora dos Estados Unidos, Liliana Ayalde, e de nove jovens embaixadores americanos, que revelaram os costumes de seu país. "Temos o prazer de apoiar este projeto no Brasil, que existe desde 2012, e que pela primeira vez é realizado em Brasília. Abordar o tema pirataria é de grande relevância. Considero vocês todos como embaixadores da inovação", destacou a diplomata.



EM INGLÊS, FRANCÊS E ESPANHOL – O chefe do Núcleo do Centro de Línguas, Ivo Marçal Vieira Júnior, disse que a edição em Brasília foi ainda mais especial do que as passadas, pois foi a primeira vez que os grupos produziram vídeos em inglês, espanhol e francês com legendas em português. De acordo com ele, a ação, além de estimular o trabalho que já é feito nos CILs, traz a conscientização dos perigos da pirataria.



"A câmara americana tem ações contra a pirataria na vertente educacional desde 2007 com o projeto Escola Legal, que já foi implementado em diversas cidades do Brasil e agora atua com o Vídeo Legal. A partir do sucesso, a embaixada americana se interessou em fazer parceria com a câmara. A tendência é que continue em Brasília nos próximos anos", declarou o representante da Amcham no Brasil, Bruno Boldrim Bezerra.
Agência Brasília
Fonte Agência Brasília 06/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Alunos do CIL recebem troféus do Vídeo Legal e ganham viagem