Academia Cruzeirense de Letras é criada

Fonte Agência Brasília 09/08/2014 às 10h


Dez autores da cidade compõem o time de escritores

BRASÍLIA (9/8/14) – A literatura local ganhou mais um ponto de encontro e debates sobre as obras literárias que são criadas e lançadas no DF. A Academia Cruzeirense de Letras foi criada e reúne dez escritores do Cruzeiro em seu casting de acadêmicos. A ideia central do projeto é reforçar a identidade local por meio da leitura.



A Administração Regional do Cruzeiro apoia o projeto que, há algum tempo, estava sendo desenvolvido. Uma das propostas dos idealizadores é que a academia atue junto às escolas para apoiar e disseminar a cultura local para formar novos escritores.



O escritor de livros de ficção Rafael Fernandes, que também é historiador, e ilustra a história do Cruzeiro em suas obras, conta como surgiu a ideia de criar a academia.



"Participar da academia é uma ideia antiga que ganhou força após uma visita a Academia Taguatinguense de Letras. Nossa região precisava de um espaço onde os autores pudessem debater ideias e ganhar mais visibilidade", afirmou à reportagem da Agência Brasília.



Em apoio ao projeto, a Secretaria de Cultura oferecerá cursos e publicações dos editais de apoio a cultura. Além disso, o sistema de bibliotecas públicas da secretaria é parceiro do projeto Bibliotecas do Cerrado, na qual faz parte a do Cruzeiro.



DIGITAL – Os autores de livros publicados apenas em meios digitais terão seu espaço na Academia. Segundo o blogueiro e escritor Vander Martins Borges Filho, que também é acadêmico, a iniciativa será concretizada quando o estatuto que cria a academia for aprovado.



"É muito importante para nós, autores, que trabalhamos nos meios digitais. Estou prestes a lançar um livro de poesias que será publicado na internet. Hoje em dia não temos apenas livros físicos e isso faz com que nosso trabalho seja popularizado", destaca.



Para ele "fazer parte da academia é um reconhecimento dos talentos locais, é uma ação afirmativa muito importante para o reconhecimento simbólico do livro e da literatura".



A sede provisória da Academia funcionará na biblioteca pública do Cruzeiro Velho, localizada no Centro Cultural Rubens Valentim, na Quadra 3.

Agência Brasília
Fonte Agência Brasília 09/08/2014 ás 10h

Compartilhe

Academia Cruzeirense de Letras é criada