3ª edição da mostra Culinária de Terreiro chega ao Museu da Abolição

Fonte Museu da Abolição 23/05/2012 às 22h

Poucas comidas no mundo têm tanta cor, tempero e personalidade quanto a que é servida nos cultos de candomblé. Com incentivo do Funcultura, o Museu da Abolição/Ibram, em Recife (PE) abre suas portas para a 3ª Mostra de Culinária de Terreiro - que acontece entre os dias 25 e 27 de maio e tem entrada franca.

Arroz para Oxalá é um dos pratos que o público poderá degustar no Museu da Abolição

A mostra surge para desmistificar a culinária desenvolvida nos terreiros de candomblé e firmar o zelo pela tradição e liberdade de crenças. A cidade receberá babalorixás e yalorixás para mostrar a tradição de comidas e como elas influenciam a mesa dos brasileiros, em especial, dos pernambucanos. Participam da exposição 13 Terreiros de Candomblé de Pernambuco, selecionados pelo Centro de Cultura Afro – Pai Adão, que tem quase 150 anos de existência e pratica, de forma ortodoxa, o culto nagô.

São 29 pratos, que exprimem o sentido místico dos ritos, além de terem sabores e aromas específicos. As comidas são feitas em oferenda aos orixás, mas podem ser degustadas pelo público. Pratos como Omolucum (feito com fava, camarão e ovos e oferecida a Nanã), Ipeté (com inhame, camarão e dendê e oferecida a Oxum) e a calda de goiaba de Oxum estarão disponíveis para degustação do público.

Em sua 3ª edição, a Mostra Culinária de Terreiro vai oferecer ainda a oficina Aprendendo com quem sabe, onde os conhecedores dessa culinária ensinam o modo tradicional de fazer a “comida de santo”. As inscrições para a oficina serão feitas no local da mostra e tem vagas limitadas. O Museu da Abolição localiza-se à Rua Benfica, 1150 – Madalena.

 

Museu da Abolição
Fonte Museu da Abolição 23/05/2012 ás 22h

Compartilhe

3ª edição da mostra Culinária de Terreiro chega ao Museu da Abolição