26 de abril é o Dia Nacional de Combate à Hipertensão

Fonte Ecco Press Comunicação 22/04/2013 às 19h
Cardiologista do Hospital Villa-Lobos alerta para a importância de combater a hipertensão arterial, um dos principais problemas de saúde pública no mundo.
 
 
 
A data de 26 de abril marca o Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial, doença que atinge 30% da população adulta no Brasil. Segundo a OMS, pessoas que possuem a enfermidade – e não fazem o controle adequado – podem ter redução na expectativa de vida de até 16 anos e meio. Silenciosa, é uma das principais causadoras de doenças cardiovasculares e responsável por quase 8% das mortes, todo ano. Com tantos dados alarmantes, fica a pergunta: qual a melhor forma de evitar a hipertensão?
 
Longe de procurar fórmulas mágicas para combater a pressão alta - como é conhecida - a dica mais importante, segundo a cardiologista do Hospital Villa-Lobos, Silvana Cardoso Bastos, é melhorar a qualidade de vida. “Buscar um equilíbrio alimentar, ingerir pouco sal, evitar o ganho de peso, realizar prática de atividades físicas periódicas e lidar de maneira mais saudável com o estresse do dia a dia”, recomenda.
 
 
“Pressão alta” ou “hipertensão arterial” é a força causada pela contração do coração e das paredes das artérias para impulsionar o sangue por todo o corpo. Os médicos consideram como normal a pressão igual ou inferior a 12 por 8. A expressão significa que a pressão máxima está em 120 milímetros e a mínima em 80 milímetros de mercúrio (mmHg). Índices maiores que esses podem indicar hipertensão.
 
 
A doença é perigosa, principalmente por que não possui sintomas claros e provoca um desgaste acelerado das artérias e principais órgãos irrigados por elas como o coração, o cérebro e os rins. Pode, assim, provocar doenças cardiovasculares, insuficiência cardíaca e renal, problemas de visão e demência. As principais causas da pressão alta são hereditariedade, obesidade, diabetes, alcoolismo, má alimentação e tabagismo.
 
A cardiologista explica que, com o passar dos anos, é comum as pessoas apresentarem um aumento da pressão. “A prevalência da hipertensão arterial aumenta progressivamente com a idade como consequência do envelhecimento arterial modificando a complacência vascular”, diz ela.
 
 
Para prevenir a doença, um dos principais cuidados é a ingestão de sal. Isso por que o sal aumenta a retenção de água pelo organismo, forçando a pressão na parede das artérias. A médica explica que pessoas que não possuem pressão alta devem ingerir 4-5g de sal por dia. Já os hipertensos devem ingerir, em média, 2g/dia. Quanto aos cuidados com a alimentação, a cardiologista ressalta que não é necessário excluir alimentos do cardápio, mas administrar a ingestão deles. “Os alimentos industrializados, lights, diets, embutidos, enlatados têm muita concentração de sódio, portanto devem ser consumidos com cautela”, alerta.
 
A importância do combate à hipertensão arterial levou a Sociedade Brasileira de Cardiologia a lançar, em 2010, a Campanha “Sou 12 por 8”, que conta com personalidades famosas como o ex-jogador Ronaldo, Vítor Belfort, Ney Matogrosso, Lázaro Ramos, Samuel Rosa, MV Bill. O principal objetivo é conscientizar as pessoas dos riscos da doença.
 
 
 
Ecco Press Comunicação
Fonte Ecco Press Comunicação 22/04/2013 ás 19h

Compartilhe

26 de abril é o Dia Nacional de Combate à Hipertensão